quinta-feira, 3 de abril de 2014

Laguna de Los Tres (quase chegamos lá)


Ok, o título é um spoiler. Mas, não chegar a um determinado ponto previsto em uma trilhaPlacas Laguna de Los Tres, El Chaltén não significa que a aventura não valeu. Pelo contrário, as trilhas em El Chaltén sempre valem a pena, mesmo que tenhamos que abortar um determinado objetivo, visando preservar a segurança.

Nossa terceira trilha tinha como objetivo chegar à Laguna de Los Tres, ao pés do monte Fitz Roy. Saindo de El Chaltén, há duas opções básicas: seguir diretamente pela trilha que passa pela Laguna Capri (Trilha do Fitz Roy) ou tomar uma van que leva os caminhantes até a Hosteria El Pilar, a cerca de 14 Km da cidade, para começar dali a ida até a Laguna.
O  trecho de El Chaltén até a Hosteria El pilar é um tanto montótono e não compensa ir andando. Optamos pela van.

Mapa Laguna de Los Tres

A trilha para Laguna de Los Tres

Após cerca de 40 minutos entre El Chaltén e a Hosteria El Pilar, começamos nossa trilha às 09:10, entre os bosques de lengas na margem do Rio Blanco, com a trilha bem demarcada. Neste dia, o vento estava especialmente forte e as copas das árvores dançavam bastante.

DCIM\100GOPRO
Leito quase seco do Rio Blanco
Não consegui evitar o pensamento que um galho poderia se desprender a qualquer momento e cair sobre nós. O olhar para a natureza tinha um quê de preocupação. Felizmente, nada aconteceu. Lillian e Helder (Nerds Viajantes) seguiram na frente e nós fomos em um ritmo mais lento.

DCIM\100GOPRO
Trilha nos bosques de lengas
Entrada do Parque Nacional, El Chaltén
Parte do trecho ocorre em área privada. Aqui é a entrada do Parque
Rosana na Trilha para Laguna de Los Tres

Entramos na área do Parque Nacional e, de repente, uma bela visão do Glaciar Piedras Blancas à direita, aos pés do Fitz Roy. Não tem jeito, por mais que tenhamos visto glaciares em nossa viagem à Patagônia, cada um tem uma beleza própria.

Glaciar Piedras Blancas, El Chaltén
Glaciar Piedras Blancas. Visão que tínhamos a partir da trilha
Quando a trilha segue pelos campos mais abertos, o vento nos atinge em cheio e testa nossa persistência. Mas, é a Patagônia e quando estamos em seus domínios, temos que lidar com os rigores do clima.

DCIM\100GOPRO
As montanhas inspiram a caminhada
DCIM\100GOPRO
Prestes a atravessar o Rio Blanco
Seguimos adiante. Atravessamos uma pequena ponte de madeira e chegamos a uma espécie de cabana de uso público, que serve de apoio para um lanche ou descanso.

2013-12-13 14.04.59
Providencial, porque fica bem no início do trecho mais íngreme até a Laguna. Aproveitamos para comer alguma coisa, antes de encarar a subida.

A placa ao lado alertava: “Trilha sobre terrenos instáveis com encostas íngremes. Apenas para caminhantes experientes, bom preparo físico e botas de trekking. Com neve, chuvas ou vento os riscos aumentam

Bom, era para isso que estávamos ali: encarar os desafios na expectativa de mais um objetivo a ser alcançado.

O esforço de subir em uma trilha com muitas pedras soltas foi multiplicado pela ventania. Parecia que Éolo, o deus grego dos ventos, queria por à prova a tenacidade dos caminhantes que se aventuravam naquele dia. Encaramos rajadas – que soubemos depois, deviam estar em torno dos 80 -100 Km/h – parando inúmeras vezes, com receio de cair. Subindo lenta e cautelosamente, sem poder contar com muitas proteções, uma vez que a trilha é bastante exposta.

Começo da subida para Laguna de Los Tres
Começo da subida para a Laguna de Los Tres
Subida para Laguna de Los Tres. Ao fundo as Lagunas Madre e Hija
Enquanto Helder subia a trilha, podemos ver, lá no horizonte, as Lagunas Madre e Hija
Encontramos a Lillian sentada, ao abrigo de uma pequena árvore e o diagnóstico foi desanimador: muitas pessoas estavam descendo porque o visual da Laguna estava totalmente prejudicado e os riscos não compensavam. Rosana ficou aguardando, enquanto subi mais um pouco à procura de Helder. Quando o encontrei, estava descendo. Meio desanimado, mas consciente que era a melhor opção, dada a situação. Éolo venceu.

Retornamos na direção da Laguna Capri, sempre acompanhados pelos fortes ventos (Éolo não desiste nunca?). Confesso que nunca tinha feito nenhuma trilha com tanta ventania, mas é assim que vamos acumulando novas experiências.

Laguna Capri - El Chaltén
Laguna Capri. Note o spray formado pelo vento. O vídeo mostra como era essas rajadas
Laguna Capri, El Chaltén
Laguna Capri
Quando parece que não teríamos mais novidades na trilha, eis que um caminhante faz sinal para fazermos silêncio e caminhar devagar. Motivo: um pica-pau estava em plena labuta, atacando um tronco em busca de algum alimento. Suas garras o prendiam com firmeza à árvore, enquanto o martelar arrancava lascas de madeira. Ficamos alguns minutos fotografando e filmando, antes de encarar mais 7 Km que faltavam até El Chaltén. (veja o vídeo neste post).

IMG_0289-2
Carpintero Gigante (Campephilus magellanicus)
Àquela altura, já estávamos ansiosos para chegar de volta à El Chaltén e descansar. Para animar um pouco mais, uma fantástica visão do Rio de Las Vueltas:

2013-12-13 17.40.41
Rio de Las Vueltas
A chegada à pousada demorou um pouco mais e por um bom motivo: paramos na La Waffleria. Deliciosos lanches para caminhantes (dispostos, cansados ou muito cansados). Para completar, um relax na piscina térmica da Pousada Kalenshen.

Piscina térmica na Pousada Kalenshen Piscina térmica na Pousada Kalenshen 2

 

Vídeo

Triha para Laguna de Los Tres

Dicas e orientações

  • O clima na Patagônia é instável. Não desanime se as perspectivas não forem boas – o tempo pode abrir e revelar paisagens fantásticas. Por outro lado, prepare-se para desistir em alguns casos.
  • Bastões de caminhada são muito úteis para a subida e descida à Laguna de Los Tres
  • Leve anorak e roupa para frio, além de um bom lanche para repor as energias.
  • Para quem quiser acampar, as áreas disponíveis são: o Camping Poincenot (9,5 Km de El Chaltén) e Camping Laguna Capri (7 Km de El Chaltén)
  • Se tiver tempo (e disposição), é possível caminhar até próximo do Glaciar Piedras Blancas. Veja o relato no blog Expedição Andando por Aí

2 comentários:

  1. Só vi o post agora, Jodrian!
    Obrigada pela divulgação...
    []'s

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...