domingo, 30 de julho de 2017

A caminho do Salar de Uyuni - 1º dia

Flamingo na Lagoa Colorada
Flamingo na Laguna Colorada. Foto de Rosana Freitas
Era hora de sair do Atacama e seguir para o Salar de Uyuni, na Bolívia. Alguns turistas fazem todo o percurso na Bolívia e voltam a San Pedro, mas nós preferimos seguir e retornar ao Brasil por La Paz, isso evitou a volta cansativa pelos mesmos caminhos e possibilitou as aventuras no Huayna Potosi.

O dia 17 de abril começou cedo, com a van da Cordillera Traveller apanhando seus clientes e encaminhando à fila da Imigração chilena para registrar a saída do país. Neste momento é necessário entregar o documento que você recebe ao entrar no Chile. Uma boa espera no frio matinal e seguimos para a fronteira com a Bolívia, que fica a uns 47 Km de distância.

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Subida ao Vulcão Lascar

Subida ao Lascar 2
Trecho da subida ao Vulcão Lascar

Depois de passeios incríveis, faltava uma dose de aventura para completar nossa experiência no Atacama. Propositalmente, essa etapa foi deixada para o final para que pudéssemos ter uma melhor aclimatação ao longo dos dias anteriores.

O vulcão possui 5.592 metros de altura e está localizado a cerca de 70 quilômetros ao sudeste de San Pedro de Atacama, perto da fronteira com a Argentina, sendo um dos vulcões mais ativos do Chile. Em outubro de 2015, por exemplo, emitiu uma coluna de fumaça de 2500 m de altura e a grande erupção de 1993 fez com que as cinzas chegassem até Porto Alegre, a 1800 Km de distância.

domingo, 16 de julho de 2017

Salar de Tara

(*) Patrocinado

Salar de Tara
Salar de Tara
Depois de 4 dias no Atacama, já havíamos realizado vários passeios magníficos: Valle de La Muerte e Valle de La Luna, Lagunas Altiplânicas e Piedras Rojas, Gêiseres El Tatio, Valle del Arcoiris e Yerbas Buenas. Entretanto, parece que a região sempre guarda mais surpresas (sim, mesmo que você já tenha visto algum relato antes, sempre será uma surpresa ao vivo, com frio e em cores).

Começamos o dia com um café-da-manhã no restaurante da Ayllu Atacama e aguardamos o veículo que nos levaria por cerca de 150 Km até o Salar de Tara.

domingo, 9 de julho de 2017

Valle del Arcoíris e Yerbas Buenas

(*) Patrocinado
Arcoiris3
Apreciando as cores do Valle do Arcoiris
Após voltarmos do incrível passeio aos gêiseres El Tatio, almoçamos em San Pedro de Atacama, descansamos um pouco e fomos até a sede da Ayllu Atacama para de lá seguir para outras belas atrações que não são visitadas com muita intensidade no Atacama.

De início, ficamos surpresos porque só havíamos eu e Rosana como participantes. Ótimo !! seria um passeio totalmente dedicado a nós dois e com a vantagem de termos como guia o Daniel, entusiasta da geologia.

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Gêiseres El Tatio


                                                                                                                                                                                           (*) Patrocinado

Gêiseres El Tatio 7
Gêiseres El Tatio
Nosso terceiro dia no Atacama revelou, nos primeiros raios de sol, uma nova e diferente atração: os Gêiseres El Tatio. Para nós, a primeira vez que visitávamos esse tipo de manifestação geológica.

Saímos cedinho de San Pedro na van da Ayllu Atacama para cumprir o percurso de cerca de 90 Km até a entrada do parque, administrado pelas comunidades indígenas de Caspana e Toconce.

Logo ao chegar, ainda dentro do carro, nosso guia tomou um papel e caneta e começou a nos explicar os mecanismos causadores e os diferentes tipos destes gêiseres.

terça-feira, 16 de maio de 2017

Lagunas Altiplânicas e Piedras Rojas

(*) Patrocinado
Vulcão Miñiques - Chile
A estonteante beleza do Vulcão Miñiques
Nosso segundo dia no Atacama começou cedo. Acordamos perto das 05:00 e nos preparamos para um dos mais belos passeios na região, inaugurando também as atividades acima de 4000m.

As atrações principais eram as lagunas altiplânicas. Como previsto, a van da Ayllu Atacama nos apanhou no hostal e juntamente com outros brasileiros, seguimos pela Ruta 23 naquela sonolência matinal.

Nosso primeiro destino foi a região conhecida como Piedras Rojas, localizada no Salar de Talar (não confundir com o Salar de Tara), a cerca de 160 Km de San Pedro de Atacama. A presença de ferro nas rochas é responsável pela coloração avermelhada e junto com os vulcões e os reflexos na água rasa no Salar  fazem a alegria para os olhos e para os clicks.