segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Diversão garantida nas areias de Pipa



Estou começando a redefinir Pipa como um parque de diversões.Muitas praias praticamente desertas São muitas opções de atividades de aventura para praticantes de várias modalidades curtirem em meio a um paraíso da natureza, onde o sol, o mar, as falésias e a areia fazem o cenário perfeito.

À noite, recuperar as energias com uma boa gastronomia, escolhendo entre vários e bons restaurantes e fazendo a “resenha” com os amigos. Quer mais o quê? vamos aos relatos:


Pipa – Tibau do Sul pedalando pela praia

Saímos às 11:00 do sábado, apanhamos as bikes e seguimos pelas ruas estreitas de Pipa até a praia.
Todo esse percurso pela areia deve ser realizado na maré baixa, mas só é possível nos meses de agosto a novembro, quando alguns trechos com pedras ficam soterrados. Marcando pelo GPS do celular, a distância percorrida foi de 8,3 km, em 1h53min Considerando apenas o tempo em movimento, pedalamos durante 01 hora:

Mapa
Percurso entre Pipa e Tibau do Sul
Com tantos anos que freqüentamos a região de Pipa e Tibau do Sul, foi a primeira vez que conhecemos todas essas praias, que só víamos da rodovia. Aliás, o Neto – nosso competente guia – mencionou que essa é uma das grandes vantagens deste tipo de atividade é justamente conhecer todo esse paraíso em um curto tempo, já que não são permitidos veículos motorizados e nem todos estariam dispostos a caminhar.

Baía dos Golfinhos 2
Muita gente curtindo o sol na Baía dos Golfinhos
Início do percurso
Início do percurso. Vamos sem pressa.
Falésias
O tempo inteiro somos acompanhados por falésias à beira-mar
Praia do Madeiro
Praia do Madeiro
Uma pequena parada e aproveitamos para hidratação
Aproveitando a parada para hidratação
Muitas praias praticamente desertas 2
Muitas praias praticamente desertas
A parada para o almoço foi em Tibau do Sul, em uma das barracas que ficam na orla, próximas ao ponto onde atracam as balsas que fazem a travessia da Lagoa de Guaraíras. Foi a conclusão de um percurso muito agradável, acessível para quem não tem muita experiência no cicloturismo e visualmente fantástico.

No almoço, atacamos de camarão e macaxeira frita e descansamos, enquanto trocávamos idéias sobre o Turismo de Aventura no Rio Grande do Norte. Por volta das 15:00, as bikes foram colocadas no reboque do buggy e seguimos para a próxima atividade.

Sandboard em Cacimbinhas

A praia é assim denominada porque, no passado, os pescadores e nativos se valiam de pequenas cacimbas para obter água potável nesta área. Do lado direito da estrada no sentido Tibau do Sul – Pipa, ficam as dunas. O visual recompensa todo o esforço da subida. É bonito mesmo, mas não viemos aqui apenas pelo visual. A aventura é descer nas pranchas.

Do alto das dunas de cacimbinhas Pipa
Visual a partir das dunas da Praia de Cacimbinhas
Orientações sandboard
Neto fornecendo as explicações iniciais
Orientações sandboard 2
Orientações sobre como prender os pés na prancha
Consta que o sandboard surgiu em Florianópolis em meados dos anos 1980, como uma alternativa ao snowboard e daí por diante só aumenta o número de quem se dispõe a subir dunas, levar (muitos) tombos e curtir a emoção de deslizar nas areias.
Sandboarding
Buscando o equilíbrio
Sandboarding 3
As areias são suas !
Sandboarding 2
No alto da duna, recuperando o fôlego para tornar a descer
O equipamento básico é a prancha, com tiras em velcro para prender os pés. A base de fórmica é própria para deslizar e quem prefere mais velocidade acrescenta um pouco de parafina.

Os princípios para praticar são similares aos do skate e surf, exigindo controle do centro de gravidade para manter o equilíbrio. Fácil na teoria, mas para quem nunca teve experiências com esportes similares (como é o caso deste blogueiro) é certeza de quedas “educativas”. É …..gostaria de dizer que as fotos feitas por Rosana foram propositais, apenas para ilustrar didaticamente o post, mas a verdade é que o aprendizado não é instantâneo.

Jeito errado de cair
Jeito errado de cair: com o corpo todo para frente
Jeito certo de cair
Forma correta de cair
Sandboarding 4
Insistência recompensada
Esqueça o medo dos tombos e respire fundo para subir de volta a cada descida. Depois que a gente pega o jeito, é uma diversão e tanto !! Veja o vídeo:

Sandboarding em Cacimbinhas

Para completar um dia perfeito, um Pôr de Sol fantástico, do alto das dunas e o Show de Stanley Jordan no Fest Bossa Jazz, em Pipa (leia mais neste link).

Por de sol pipa

Nota: Este post foi feito aproveitando o trabalho que nossa empresa de consultoria está realizando para o SEBRAE-RN. O contrato não requer a publicação de artigos de divulgação, que estamos fazendo voluntariamente.


Dicas e orientações

- As atividades exigem proteção solar. Use camisas leves de manga comprida e não esqueça do protetor e dos óculos de sol.
- Para o trajeto de bike, consulte a condição do percurso e das marés.
- Hidrate-se
- Na prática do sandboard:
  • Não suba a duna pelo mesmo caminho de descida. Além de evitar acidentes, você não danifica a pista.
  • Espere que o sandboarder anterior levante-se, antes de descer pelo mesmo caminho.
  • Não quer descer em pé? sente-se e curta a descida assim mesmo
  • Se for descer em dunas maiores, ou com obstáculos naturais ou artificiais, use capacete
- Quem opera: Trieb Club

6 comentários:

  1. Quedas didáticas, né? Tô sabendo :)

    Brincadeiras a parte, este negócio de sandboard parece divertido pra caramba. Quero fazer quando tiver oportunidade.

    Parabéns pelo post.

    Abraços,
    Helder

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem divertido, Helder.
      Advinha? comprei uma prancha e vou começar a praticar mais.
      Grande abraço e obrigado pelos comentários
      Jodrian

      Excluir
  2. Oi, Jodrian. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie - Boia

    ResponderExcluir
  3. Fala Jodrian!! Estou eu, a Carol do Mochilao Trips e a Mari do Finestrino divagando sobre seu blog aqui em Sao Paulo. E a pergunta que nos persegue: Por que aventura mango? Hahahaha. Ps. Cade a manga de oculos?? Abraco!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha...que bom que estou nos pensamentos de vocês!
      O termo mango vem de uma bricadeira na família da esposa, onde todo mundo gosta de manga :) e o logo foi atualizado mas a manga de óculos virou mascote. Veja-o posando no Acampamento Base do Everest: http://www.aventuramango.com.br/2013/07/acampamento-base-do-everest.html
      Grande abraço

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...