sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Dicas para caminhadas


Caminhada na Serra do Cipó - MG
Caminhada na Serra do Cipó - MG
No dia 27/08/2015, uma das palestras que ministrei na RuralTur 2015 (a Feira de Turismo Rural organizada e promovida pelo SEBRAE-RN) foi dedicada às caminhadas.

A maior parte do conteúdo foi dedicada às dicas para curtir uma caminhada de forma prazeirosa e com segurança. Afinal, apesar de se tratar de uma das atividades mais simples que podemos fazer no segmento de Turismo de Aventura, uma caminhada requer alguns cuidados para sua realização.

Didaticamente, dividimos o tema em 3 partes: preparação, caminhada e pós-caminhada. Antes de passar às listas de dicas, uma orientação básica: Você é o principal responsável por sua segurança e bem-estar. Mesmo que a atividade conte com guias competentes e outros participantes, cabe a cada um tomar conta de si e aplicar, como apropriado, as dicas a seguir.

Preparação

  • Saiba como será o percurso (Ambiente, clima, duração, etc.). - Com estas informações, você poderá escolher as roupas e acessórios mais adequados, realizar algum condicionamento físico mais específico, planejar sua logística pessoal,
  • Avalie suas condições físicas  - Percursos mais exigentes podem não ser adequados às suas condições físicas. Participar de percursos sem condições físicas é um grave risco à sua segurança e pode atrapalhar todo um grupo
  • Teste o funcionamento de seus equipamentos – Na maioria das vezes, não é possível reparar ou sibstituir um equipamento durante os percursos.
  • Faça um check list do que precisa levar e evite itens desnecessários
  • Verifique baterias e cartões de sua máquina fotográfica e celular
  • O apoio de bons guias é fundamental para muitos roteiros – muitos já tiveram dificuldades sérias ao se perderem em caminhadas na natureza (leia nosso artigo: A importância dos guias no Turismo de Aventura)
  • Avise outras pessoas sobre seu roteiro – Amigos ou parentes podem ajudar você, caso algo saia errado
Caminhada rumo à Cachoeira do Roncador - PB
Caminhada rumo à Cachoeira do Roncador - PB

Caminhada

  • Alongamento – realizar um alongamento antes de caminhar ajuda a reduzir as tensões musculares, relaxa o corpo, deixa os movimentos mais soltos e leves e previne lesões;
  • Mantenha-se hidratado - Não espere sentir sede para ingerir líquidos. A falta de hidratação pode causar a cãibras, dormências, perda de força muscular, tonturas e desmaios, cansaço, perda de concentração. Além de água, você pode consumir isotônicos para repor sais minerais. Mas, atenção: se não for possível ou prático levar toda a água, não deixe de purificá-la antes de beber água coletada no caminho (leia nosso artigo: Purificação de água)
  • Alimente-se corretamente – Antes da caminhada, faça refeições leves. Durante a caminhada, prefira alimentos energéticos, que possam suportar de forma correta a viagem e o calor mantendo-se em bom estado (barras de cereais e frutas secas são boas opções). Lembre-se de comer sempre e em quantidades menores
  • Proteção solar é indispensável – No Brasil, a incidência de radiação UV é uma das maiores do mundo. Use protetores com FPS mínimo de 30. Roupas com fotoproteção também são úteis. O ideal é aplicar o protetor solar 15 minutos antes da exposição ao sol e fazer novas aplicações a cada duas horas enquanto se estiver exposto.
  • Proteja-se das chuvas – Veja várias dicas em nosso post: link
  • Escolha a mochila apropriada – As mochilas possuem sua capacidade expressa em litros. De modo geral, escolha uma mochila até 30 litros para uma caminhada de 1 dia, de 30 a 40 litros para uma caminhada de 2 dias e de 40 a 50 para viagem de 2 dias com camping ou viagem de 4 dias sem camping. Estes valores são uma recomendação geral e a capacidade dependerá do que você realmente precisa levar. Teste a mochila, de preferência carregada, e verifique se você se sente confortável.
  • Organize a mochila Equilibre os o peso para que a mochila não fique “puxando” para um dos lados. Organize itens pequenos em kits, evitando que fiquem soltos. Os bolsos externos e internos e compartimentos com zíper são ideais para guardar acessórios pequenos. Procure manter objetos pesados no centro da mochila. Veja outras orientações e um interessante infográfico no artigo: “Como organizar a mochila”, do Lex Blagus.
  • Cuidados para não fazer calos - Use calçados de qualidade, confortáveis e “amaciados”. Calce botas e meias “respiráveis”: a umidade precisa sair. Evite caminhar com meias e calçados molhados. Certifique-se que seu pé está firme dentro do calçado (Amarração ruim = atrito = bolhas). Use um pouco de vaselina ou proteger com esparadrapo nos pontos de maior atrito (sem exageros, para evitar que o pé deslize excessivamente dentro do calçado ou para que o esparadrapo crie um ponto de atrito). Se sentir incômodo, pare e verifique os pés. Evite que uma irritação se transforme em um calo.
  • Considere usar bastões de caminhada – Veja detalhes em nosso artigo “Bastões de caminhada valem a pena?”
  • Encontre seu ritmo - Caminhe com passadas regulares, procurando manter uma velocidade constante. Nem 8 nem 80: trekking na natureza não é uma competição, mas também não atrase desnecessariamente seu grupo. Mantenha uma distância segura entre os participantes e cuidado com a passagem por galhos, que podem atingir quem vem atrás. Olhe sempre alguns passos à frente, analisando o terreno. Participantes mais lentos podem ditar o ritmo da caminhada, se o grupo precisar ser mantido junto. Comunique qualquer dificuldade ao líder/condutor
  • Grave sua trilha - Alguns aplicativos para celular podem fazer a gravação do percurso e fornecer estatísticas como velocidade média, distância percorrida, etc. Eu uso o “Minhas Trilhas” para Android.
  • Reduza o impacto ambiental – Vale aquela orientação básica: Não tire nada além de fotos. Não deixe nada além de pegadas. Não mate nada além de tempoe não queime nada além de calorias. Traga de volta todo o seu lixo. Lembre-se de levar sacos plásticos com você.
Caminhada na Mata Estrela - Baía Formosa - RN
Caminhada na Mata Estrela - Baía Formosa/RN

Pós-caminhada - cuide de seu equipamento:

  • Poeira e resíduos podem “travar” o bastão de caminhada. Desta forma, desmonte-o, inspecione e limpe interna e externamente
  • Mantenha seus equipamentos secos. Guardá-los úmidos facilitará a presença de mofo e odores desagradáveis, além de reduzir sua vida útil.
  • Seque equipamentos à sombra, evitando a incidência da radiação UV que pode prejudicar os tecidos
  • Retire as pilhas dos equipamentos, evitando que vazem
  • Organize seus equipamentos, facilitando sua próxima aventura

 Outros artigos interessantes:

E aí? gostou das dicas? Tem mais alguma que queira compartilhar nos comentários?

4 comentários:

  1. Boa dica! Tenho uma mochila, mas ela é pesada. Acho que é preciso ter uma mochila para caminhadas mais curtas (já usei uma espécie de sacola de alça), e também mochilas melhor preparadas para longas trilhas e viagens. Muito legal o blog e as dicas. Quero ler sobre estes bastões que nunca usei. valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pela visita e pelos comentários

      Excluir
  2. Alguma marca de bastões recomendada?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mk,
      Não tenho nenhuma marca específica a recomendar. Como regra geral, prefira marcas de boa reputação e verifique se os bastões são bem construídos. Em uso um Azteq há anos e não deu problemas. Obrigado pela visita
      Abraço

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...